Skip to Content

About: Imogestin

Recent Posts by Imogestin

Imogestin na prevenção do cancro próstata

O colectivo de trabalhadores da Imogestin participa de um conjunto de actividades ligadas ao Novembro Azul, efeméride reservada à consciencialização, prevenção e diagnóstico precoce do cancro da próstata.
Para assinalar a efeméride realizou-se, no dia 22, uma palestra dirigida pelo urologista Apolíneo Paxi, do Instituto Angolano de Controlo de Câncer.

Os participantes tomaram conhecimento que o cancro da próstata é o segundo mais comum, bem como foram informados sobre as medidas a tomar para reduzir o risco de contrair a doença, tais como: evitar consumir carnes vermelhas, reduzir a ingestão de gorduras, aumentar o consumo de legumes, frutas, consumir mais peixe do que carne, na mesma senda, os homens adultos devem evitar o consumo de leite.

De acordo com o urologista, são também os factores de riscos nomeadamente: idade (acima dos 45 anos para a raça negra), hereditariedade e obesidade.

Todavia, para os trabalhadores da Imogestin o mês de Novembro encerra com uma lágrima no canto do olho, face aos inúmeros e distintos tipos de cancro constatados durante as visitas feitas ao Instituto Angolano de Controlo de Câncer

.

READ MORE

Vendas Dirigidas a Empresas Públicas e Privadas na província do Namibe começa em Dezembro

A Direcção Comercial da Imogestin informa que dará inicio às Vendas Dirigidas a Empresas Públicas e Privadas de habitações dos Projectos Habitacionais do Estado sob sua gestão, na província do Namibe a partir do próximo dia 3 de Dezembro de 2018.

As empresas públicas e privadas que pretendam candidatar-se devem preencher os seguintes critérios:

1) Ter no mínimo, um número igual ou superior a 1.000 trabalhadores a nível nacional ou, no mínimo 50 trabalhadores a nível da província do Namibe.

2) Não serem devedoras de impostos à AGT nem contribuições à Segurança Social.

As empresas devem dirigir à Imogestin as cartas de candidatura a serem entregues nos escritórios locais, anexando os seguintes documentos:

1) Tabela em Excel contendo os seguintes elementos:
a. Coluna A: Categorias de funções;

b. Coluna B: Número de funcionários por Categoria;

c. Coluna C: Salário Médio da Categoria.

2) Declaração negativa selada pela AGT de que a empresa não é devedora de impostos;

3) Declaração negativa selada pelo INSS de que a empresa não é devedora de contribuições á Segurança Social ou se encontra em processo de regularização;
As empresas poderão entregar a Carta de Candidatura e documentação anexa exigida, entre os dias 3 de dezembro de 2018 e 15 de janeiro de 2019, entre as 8 e as 12 horas, nos escritórios da Imogestin.

Após a recepção das cartas das candidaturas a Imogestin dará o devido tratamento interno dos processos e comunicará às empresas o número de habitações a serem vendidas aos respectivos trabalhadores no regime de propriedade resolúvel até ao dia 28 de fevereiro de 2019.
Posteriormente as empresas submeterão à Imogestin os processos individuais de candidaturas de trabalhadores das empresas, instruídas com os documentos necessários, respetivamente:
I. Cópia do Bilhete de identidade e do conjugue em caso de casamento ou vivência em união de facto;
II. Declaração de salário;
III. Declaração negativa de que não comprou nem tem em arrendamento habitação do Estado.

Localização na Cidade do Namibe: Rua K 201, Nº K18. Centralidade Praia Amélia, Namibe.

Quaisquer dúvidas poderão ser esclarecidas através dos terminais telefónicos 946803386/ 946802817
Call Center : 948505076 /992608525.
Endereço electronico : vendas.dirigidas@imogestin.co.ao

Luanda, 23 de Novembro de 2018.

A Direcção Comercial

READ MORE

Vendas Dirigidas a Empresas Públicas e Privadas em Benguela começa em Dezembro

A Direcção Comercial da Imogestin informa que dará inicio às Vendas Dirigidas a Empresas Públicas e Privadas de habitações dos Projectos Habitacionais do Estado sob sua gestão, na província de Benguela a partir do próximo dia 3 de Dezembro de 2018.

As empresas públicas e privadas que pretendam candidatar-se devem preencher os seguintes critérios:

1) Ter, no mínimo, um número igual ou superior a 1.000 trabalhadores a nível nacional ou, no mínimo 100 trabalhadores a nível da província de Benguela.

2) Não serem devedoras de impostos à AGT nem contribuições à Segurança Social.

As empresas devem dirigir à Imogestin as cartas de candidatura a serem entregues nos escritórios locais anexando os seguintes documentos:

1) Tabela em Excel contendo os seguintes elementos:
a. Coluna A: Categorias de funções;

b. Coluna B: Número de funcionários por Categoria;

c. Coluna C: Salário Médio da Categoria.

2) Declaração negativa selada pela AGT de que a empresa não é devedora de impostos;
3) Declaração negativa selada pelo INSS de que a empresa não é devedora de contribuições á Segurança Social ou se encontra em processo de regularização;
As empresas poderão entregar a Carta de Candidatura e documentação anexa exigida, entre os dias 3 de dezembro de 2018 e 15 de janeiro de 2019, entre as 8 e as 12 horas, nos escritórios da Imogestin.

Após a recepção das cartas das candidaturas a Imogestin dará o devido tratamento interno dos processos e comunicará às empresas o número de habitações a serem vendidas aos respectivos trabalhadores no regime de propriedade resolúvel até ao dia 28 de fevereiro de 2019.
Posteriormente as empresas ¬¬ submeterão à Imogestin os processos individuais de candidaturas de trabalhadores das empresas, instruídas com os documentos necessários, respetivamente:
I. Cópia do Bilhete de identidade e do conjugue em caso de casamento em regime ou vivência em união de facto;
II. Declaração de salário;
III. Declaração negativa de que não comprou nem tem em arrendamento habitação do Estado.

Localização na Cidade de Benguela: Rua Infante Dom Henrique Nº 2- 1º Andar Escritório C, Edifício Acácias Place.

Quaisquer dúvidas poderão ser esclarecidas através dos terminais telefónicos 948 555 076 / 222 713 245 / 946 803 467
Call Center : 948505076 /992608525.
Endereço electrónico vendas.dirigidas@imogestin.co.ao

Luanda, 23 de Novembro de 2018.

A Direcção Comercial

READ MORE

Imogestin Outubro Rosa encerra com balanço positivo

Terminaram, hoje dia 31, as actividades realizadas pela Imogestin para assinalar o Outubro Rosa que é a efeméride dedicada à reflexão sobre o cancro da mama. As actividades Imogestin Outubro Rosa encerraram com a entrega de donativos ao Instituto Angolano de Controlo de Câncer.

Antes da entrega dos donativos a comissão da Imogestin encabeçada pelos administradores José Rodrigues e Mónica Fortes foi convidada a fazer uma visita ao Centro guiada pela Dr.ª Isabel Vunda, especialista em Radioterapia e pela Dr.ª Luzia Camati, responsável pelos Serviços Gerais da referida unidade.

Durante a visita os representantes da Imogestin conheceram alas de quimioterapia, radioterapia, de internamento de adultos, bem como a pediatria, tendo conhecido as funções de cada área daquela unidade.

No decorrer da visita a Dr.ª Isabel foi insistente em apontar questões como a hereditariedade, tabagismo, o uso inadequado de aparelhos electrónicos como telemóveis e tablets, consumo excessivo de bebidas alcoólicas, maus hábitos alimentares, estilo de vida como sendo as principais causas das doenças do fórum oncológico.

Imogestin Outubro Rosa contou ainda no dia 30 com a realização da palestra sobre como identificar, prevenir e tratar o cancro da mama cuja prelectora foi a Dr.ª Albertina Manaças. A acção contou também com o testemunho de vida da senhora Maria Glória que padece da mesma enfermidade há quatro anos.

Maria Glória contou ao auditório que foi diagnosticada com cancro na fase inicial, apelando que o primeiro passo para combater esta doença é alertar às pessoas por meio de actividades do género e transformar cada participante como um aliado para despertar às pessoas sobre a existência da doença e dizer a elas como prevenir e diagnosticar.

O balanço desta acção de solidariedade social que comoveu os trabalhadores da empresa a participar mereceu elogios da Administradora Mónica Fortes, tendo felicitado as senhoras Betty Cardoso, Célia Passos, Cássia André pelo empenho e iniciativa. A Dr.ª Mónica endereçou ainda agradecimentos aos Serviços Gerais, Recursos Humanos e Responsabilidade Social pelo apoio.

READ MORE

Imogestin adere ao Outubro Rosa 2018

A Imogestin realiza nos dias 27 e 30 deste mês um conjunto de actividades que visam assinalar a efeméride “Outubro Rosa 2018”.
No dia 27 está prevista a realização de uma actividade desportiva no Centro Desportivo do Nova Vida, que vai culminar com a recolha e entrega de donativos para as crianças internadas no Centro Nacional de Oncologia.
O dia 30 às 15 horas está reservado para uma palestra subordinada ao tema: como identificar, prevenir e tratar o cancro da mama e do colo do útero às 15h00.
O movimento Outubro Rosa foi instituído nos anos 90 nos Estados Unidos da América. A data é celebrada anualmente com o objetivo de partilhar informações, promover a conscientização sobre o cancro da mama, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, bem como contribuir para a redução da mortalidade.
O cancro da mama é uma doença que ocorre quando as células começam a crescer de forma anormal.
Estudos apontam que quando a doença é diagnosticada cedo, a taxa de sobrevivência pode chegar até 95%. Entretanto, a maioria não tem acesso a informação necessária para a prevenção desta enfermidade.
READ MORE

Habitações do Zango 8000 começam a ser entregues esta semana

Vai iniciar esta semana o processo de entrega das habitações do Zango 8000 aos candidatos da função pública e das empresas públicas e privadas.

As candidaturas nas modalidades de Venda à Função Pública e Vendas Dirigidas às Empresas Públicas e Privadas foram feitas em Agosto e Setembro de 2017. Todavia, as casas não foram entregues nessa altura porque as infraestruturas externas (abastecimento de água, fornecimento de energia eléctrica, bem como as redes e equipamentos de saneamento) não estavam concluídas.

As referidas infraestruturas encontram-se parcialmente executadas o que permite proceder à entrega de pelo menos 2 mil 627 habitações, sendo 70%, isto é, 1839 serão destinadas a funcionários públicos e os restantes 30% correspondentes a 788 serão entregues a trabalhadores de empresas públicas e privadas.

A execução parcial das infraestruturas externas permitirá ainda a entrega de 336 na urbanização do Zango 0 e 338 na urbanização do KM 44 aos candidatos da função pública e das empresas públicas e privadas que se candidataram no ano transacto.

A Venda ao Público Livre, de um total de cerca de 4 mil habitações através do portal www.imocandidaturas.co.ao será realizada logo que estejam concluídas as infraestruturas externas que condicionam a sua comercialização, nos diferentes projectos habitacionais localizados na província de Luanda.

No ano de 2017 foram vendidas, através do portal de candidaturas, na modalidade de Venda ao Público Livre 1.318 habitações, sendo 505 na Urbanização do KM 44 e 813 na Urbanização do Capari, tendo sido entregues na sua totalidade.

READ MORE

Prémios Kubikuz 2018 já têm vencedores

Estão encontrados os vencedores da 2ª edição dos Prémios Kubikuz 2018. Na categoria de Habitação Social Urbana venceu a candidatura 1, ao passo que na categoria de Habitação Social Rural triunfou a candidatura B. Os vencedores foram conhecidos na cerimónia de entrega dos prémios que teve lugar no Museu Nacional de História Militar, no dia 27 de Setembro.

O melhor projecto de Habitação Social Urbana é assinado pelo arquitecto Manuel Francisco e pelo engenheiro Elísio da Cruz, tendo obtido 59 pontos, enquanto que o melhor projecto de Habitação Social Rural, assinado pelo arquitecto João da Cunha e o pelo engenheiro Elói Figueiredo foi distinguindo com 65 pontos pelo Júri.

Foram ainda atribuídas menções honrosas à proposta 4 da categoria de Habitação Social Urbana apresentada pelo Instituto Superior Politécnico Alvorecer da Juventude subscrita pelo arquitecto Basílio de Murta e pelo engenheiro António Gomes, bem como à candidatura F da Habitação Social Rural assinada pelo arquitecto Carlos Costa e pelo engenheiro Manuel Borges.

Os vencedores das duas categorias receberam um prémio pecuniário de Kz 2.500.000,00 (Dois milhões e quinhentos mil kwanzas) cada, bem como troféus e certificados de distinção.

Os critérios de pontuação foram baseados nos elementos que integraram nos respectivos projectos à luz do regulamento, nomeadamente: inovação, funcionalidade, predominância de recursos locais, integração no ambiente, sustentabilidade energética e hídrica, menor custo final das casas.

Dos 13 projectos concorrentes, sendo 7 na categoria de Habitação Social Urbana e 6 na categoria de Habitação Social Rural, foram desclassificadas 3 candidaturas da categoria de Habitação Social Urbana e 2 de Habitação Social Rural por conterem a identificação dos autores nas peças gráficas ou na versão digitalizada entregue, o que não é permitido pelo regulamento do concurso.

A abertura da cerimónia esteve a cargo da ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho. Estiveram ainda presentes distintas figuras como o vice-governador de Luanda para os serviços técnicos e infraestruturas, Paulo Kai entre outras entidades da sociedade.

A iniciativa enquadra-se no âmbito da responsabilidade social da Imogestin que pretende contribuir para o surgimento de projectos de habitação social que sejam acessíveis a maioria da população angolana

.

READ MORE

Vencedores dos Prémios Kubikuz 2018 são conhecidos esta semana

Os vencedores dos Prémios Imogestin de Habitação Social serão conhecidos no dia 27 de Setembro numa cerimónia que terá lugar no Museu Nacional de História Militar, a partir das 17 horas.

Nesta edição dos, também, designados Prémios Kubikuz 2018 concorrem 13 projectos, sendo 7 na categoria de Habitação Social Urbana e 6 na categoria de Habitação Social Rural.

A iniciativa que já vai na sua segunda edição enquadra-se no âmbito da responsabilidade social da Imogestin e tem como objectivo incentivar e promover a inovação e a criatividade na concepção de projectos de habitação social urbana e rural para Angola. Os Prémios Kubikuz 2018 contam com o patrocínio dos bancos BIC e BAI.

Pretende-se que os custos de construção dos projectos de habitação social sejam acessíveis à maioria da população, que os mesmos incorporem de forma significativa materiais de construção locais, que apresentem soluções respeitadoras do ambiente e que sejam sustentáveis do ponto de vista energético e hídrico

.

READ MORE

Funcionários públicos e trabalhadores de empresas públicas e privadas recebem casa este ano

A Imogestin vai comercializar 2. 627 habitações na urbanização do Zango 8000 ainda este ano, após a conclusão das obras que condicionam as vendas, o que se prevê que venha a acontecer em Outubro. As referidas habitações serão destinadas a candidatos incluídos nas modalidades de Venda à Função Pública e Venda Dirigida às Empresas Públicas e Privadas.

O Zango 8000 tem um total de cerca de 8000 habitações, mas numa primeira fase estarão disponíveis 2.627 habitações, sendo que 70%, isto é, 1.839 serão vendidas a funcionários públicos e os restantes 30%, correspondentes a 788 habitações serão destinados a trabalhadores de empresas públicas e privadas.

Estima-se que ainda este ano estejam disponíveis 336 apartamentos na urbanização do Zango 0 e 338 habitações na Urbanização do Km 44, as quais serão, igualmente, destinadas à Função Pública e à modalidade de Venda Dirigida às Empresas Públicas e Privadas.

A Venda ao Público Livre através do Portal imocandidaturas.co.ao será retomada logo que sejam concluídas as obras que condicionam a disponibilidade de mais habitações nos Zango 8000 e 0, bem como no Km 44 e Capari.

READ MORE

Classe feminina da Imogestin aborda os Desafios Da Mulher Moderna

As senhoras da Imogestin, com o apoio da Administração, realizaram na Quarta-feira, 31 de Julho, uma palestra que teve lugar no Instituto Nacional de Estudos Judiciais (INEJ).
O evento subordinado ao tema: Os Desafios da Mulher Moderna, serviu para assinalar o Dia da Mulher Africana e contou com cerca de 40 trabalhadores, bem como Administradores.

A mesa foi integrada apenas por senhoras. O acto de abertura esteve a cargo da Administradora da Imogestin Mónica Fortes e o evento esteve divido em dois momentos, sendo que no primeiro foram apresentados temas apenas por trabalhadoras da Imogestin, nomeadamente, Eng.ª Clara Inglês que falou do Perfil da Mulher Moderna Africana. No segundo, a ocasião foi reservada à convidada da Administração Dr.ª Eduarda Borja que tratou de falar da Igualdade de Género na Assumpção de Cargos de Responsabilidade na Organização e a Violência Doméstica.

Clara Inglês, a título de exemplo, defendendo o seu tema, fez alusão a um naipe de mulheres destemidas que romperam com os paradigmas sociais discriminatórios em relação a mulher africana, citando para o efeito: Nginga Mbandi, Miriam Makeba, Ellen Johnson, Taytu Betul, Huda Shaarawi, Wangari Maathai, Cesária Évora, entre outras.

Maia Xavier dissertou sobre o tema: A Mulher e a Religião, tendo apelado as senhoras africanas a não prescindirem da palavra de Deus em relação a mulher, por este ser o seu criador.

Irina Réis, por sua vez, partilhou com o auditório As Novas Formas que as Mulheres Procuram para Equilibrar a Família e a Profissão. A prelectora focalizou a sua alocução na capacidade de equilíbrio que a mulher deve desenvolver para gerir as diferentes tarefas e desafios que enfrenta a nível familiar e profissional.

No trabalho, “o ideal é que as actividades sejam organizadas para serem executadas dentro do horário de expediente. De certa forma este processo ajudará a mulher a equilibrar a família e a profissão”, defendeu.

A saúde associada ao aumento da qualidade de vida esteve, também, em análise pelo tema apresentado pela dona Ondina Neto que mostrou os benefícios saudáveis da Moringa e do Nem, plantas que existem praticamente por toda Luanda com grandes propriedades medicinais, sobretudo, no combate ao paludismo, gripe, tensão arterial, entre outras enfermidades.

Dr.ª Eduarda Borja começou por definir que: “A igualdade de género é um direito fundamental. É uma condição necessária para a sensibilidade humana, equidade laboral, coesão social e comunitária”, disse.
Falou também sobre os seus direitos e deveres, fazendo recurso a Lei Geral do Trabalho com vista, entre outros objectivos, desenvolver a cultura de respeito e cumprimento da legislação em vigor.

A Dr.ª Borja recomendou ao Conselho de Administração a inclusão, no Regulamento Interno e demais documentos da empresa, da referência a equidade de género, sobretudo, nos órgãos decisão da Imogestin, pois constatou que não consta nesse e noutros documentos da empresa.

No capítulo da violência doméstica, a palestrante reconheceu que o fenómeno associado a fuga à paternidade representa um problema na sociedade e apelou à denúncia de todos actos de violência registados, recomendando igualmente, no quadro da responsabilidade social da empresa, o apadrinhamento de casas de apoio às vítimas de violência doméstica.

Após a intervenção da palestrante convidada, coube à Dr.ª Branca do Espírito Santo o encerramento da actividade. O Dia da Mulher Africana é uma data instituída a 31 de Julho de 1962, em Dar-Es-Salaam, Tanzânia, por 14 países e oito movimentos de libertação nacional, na Conferência das Mulheres Africanas.

READ MORE

 

Recent Comments by Imogestin

    No comments by Imogestin