Skip to Content

Category Archives: Notícia

Bengo conta com uma centralidade

Foi lançada nesta terça-feira, 15 de Agosto, a primeira pedra para a construção da Centralidade da Açucareira, na província do Bengo. A empreitada estará a cargo da empresa CTCE sob gestão da Imogestin.

Nesta primeira fase está prevista a construção de 212 fogos habitacionais do tipo T3 distribuídos em 11 edifícios de quatro e cinco pisos, bem como 12 unidades comerciais, um posto de polícia, edifícios administrativos e uma escola primária com a capacidade para 600 alunos.

Para além de estacionamento para 389 lugares, arruamentos e espaços verdes urbanos, a urbanização vai contar com uma população estimada em 1. 272 habitantes, numa área de 5 hectares. O prazo da empreitada é de 17 meses.

O Projecto Habitacional prevê ainda a construção de campos polidesportivos, parque infantil, sistemas de rede eléctrica, abastecimento de água, rede de drenagem de águas residuais e de águas pluviais.

Assinaram o auto de consignação da empreitada o Presidente do Conselho de Administração da Imogestin Dr. Rui Cruz e o representante da CTCE em Angola. O acto foi testemunhado por distintas entidades do Bengo, com destaque ao governador provincial, João Bernardo Miranda, vice-governadores e autoridades tradicionais.

READ MORE

Está em curso a Venda Dirigida de habitações nas centralidades

Decorre, desde 15 de Agosto, o processo de candidaturas para as empresas públicas e privadas que pretendam adquirir casas para os seus trabalhadores nos Projectos Habitacionais do Estado (PHE) sob gestão da Imogestin.

O processo enquadra-se no regime de Venda ao Público Dirigida pelo qual as empresas submetem as candidaturas dos seus trabalhadores à Imogestin. As empresas que pretendam remeter as suas candidaturas devem preencher os seguintes critérios:

Ter, no mínimo, um número igual ou superior a 1.000 trabalhadores a nível nacional, 250 trabalhadores a nível da província de Luanda ou, no mínimo, 100 trabalhadores nas províncias onde estejam a venda habitações dos PHE. Não ser devedoras de impostos à AGT e de contribuições à Segurança Social.

As empresas devem dirigir à Direcção Comercial da Imogestin carta de candidatura, à qual se deve anexar tabela em Excel contendo os seguintes elementos: coluna A: categorias de funções.  Coluna B: número de funcionários por categoria. Coluna C: salário médio da categoria.

Em anexo à carta devem ainda ser remetidas: certificação emitida e selada pela AGT de que a empresa não é devedora de impostos até ao momento da candidatura. Certificação emitida e selada pelo INSS de que a empresa efectuou as suas contribuições para a Segurança Social pelo período mínimo de seis meses imediatamente anteriores à candidatura.

As empresas poderão entregar a carta de candidatura e documentação anexa exigida, entre as 8 e as 12 horas, na Direcção Comercial da Imogestin, sita na rua 4, casa nº 242, na Urbanização Nova Vida.

READ MORE

Começou a construção da Centralidade de Ekuma

Arrancou, aos 8 de Agosto, a construção da Centralidade de Ekuma, em Ondjiva. A assinatura do auto de consignação entre a Imogestin, como empresa gestora, e a Citic, como construtora, incluindo o lançamento da primeira pedra marcaram o início da empreitada.

Nesta primeira fase está prevista a construção de 14 edifícios de quatro pisos compostos por 212 unidades habitacionais do tipo T3, bem como 12 unidades comerciais, um posto de polícia, uma escola primária e edifícios administrativos.

Para além de estacionamento exterior e espaços verdes urbanos a urbanização vai contar com uma população estimada em 1300 habitantes, numa área de 15 hectares. O prazo da empreitada é de 16 meses.

Assistiram ao acto distintas entidades entre as quais a ministra do Urbanismo e Habitação, Branca do Espírito Santo e o governador da província, Kundi Paihama.

.

READ MORE

Arrancou a construção do Projecto Habitacional de Tucuve

Foi lançada, aos 31 de Julho, a primeira pedra para construção da Urbanização de Tucuve, em Menongue. O acto foi precedido pela assinatura do auto de consignação entre a Imogestin, na qualidade de empresa gestora, e a Griner, na qualidade de empresa construtora.

O plano urbanístico de Tucuve prevê, na primeira fase, a construção de 14 edifícios de quatro pisos compostos por 212 unidades habitacionais do tipo T3, bem como 12 unidades comerciais, um posto de polícia, uma escola primária, um posto de saúde e edifícios administrativos.

Para além de estacionamento exterior e espaços verdes urbanos a urbanização vai contar com uma população estimada em 1300 habitantes, numa área de 6.90 hectares.

READ MORE

N´Dalatando ganha urbanização

Foi assinado na quarta-feira, 19 de Julho, o auto de consignação das obras de construção da Urbanização de N´Dalatando, pela Imogestin na qualidade de empresa gestora de Projectos Habitacionais do Estado e pela Jonce, empresa contratada para construir a urbanização.

Nesta primeira fase, cuja duração está estimada em 18 meses, serão construídos 14 edifícios que integram 212 unidades habitacionais do tipo T3 e 12 unidades comerciais.

Ao todo, o Projecto Habitacional de N´Dalatando contempla 40 edifícios, duas escolas, uma primária e outra secundária, uma creche, um posto policial, um posto de saúde, um quartel de bombeiros e edifícios administrativos.

O referido plano prevê igualmente a criação de espaços verdes, dotados de parques infantis, zonas desportivas, ciclovia e quiosques de apoio.

READ MORE

AVISO

VENDAS DIRIGIDAS A EMPRESAS PÚBLICAS E PRIVADAS

A Direcção Comercial da Imogestin informa que dará início às Vendas Dirigidas a Empresas Públicas e Privadas de habitações dos Projectos Habitacionais do Estado sob sua gestão, nas províncias de Luanda, Bengo, Benguela, Huíla e Namibe.

As empresas públicas e privadas que pretendam candidatar-se devem preencher os seguintes critérios:

1)      Ter, no mínimo, um número igual ou superior a 1.000 trabalhadores a nível nacional, ou 250 trabalhadores a nível da província de Luanda ou, no mínimo, 100 trabalhadores nas províncias onde estejam em venda habitações dos projectos habitacionais do Estado sob gestão da Imogestin.

2)      Não ser devedoras de impostos à AGT e de contribuições à Segurança Social.

As empresas devem dirigir à Direcção Comercial da Imogestin Carta de Candidatura anexando os seguintes documentos:

1)      Tabela em Excel contendo os seguintes elementos:

  1. Coluna A: Categorias de funções
  2. Coluna B: Número de funcionários por Categoria
  3. Coluna C: Salário Médio da Categoria

2)      Certificação emitida e selada pela AGT de que a empresa não é devedora de impostos até ao momento da candidatura.

3)       Certificação emitida e selada pelo INSS de que a empresa efectuou as suas contribuições para a Segurança Social pelo período mínimo de seis (6) meses imediatamente anteriores à candidatura.

As empresas poderão entregar a Carta de Candidatura e documentação anexa exigida, a partir do dia 15 de Agosto de 2017, entre as 8 e as 12 horas, em:

Província de Luanda: Direcção Comercial da Imogestin, na rua 4, casa nº 242, no Nova Vida.

Outras províncias: escritórios da IMOGESTIN nas respectivas províncias.

Quaisquer dúvidas poderão ser esclarecidas através do terminal telefónico 939 033 180 ou 931 318 778  ou do endereço electrónico vendas.dirigidas@imogestin.co.ao.

Luanda, 06 de Julho de 2017.

A Direcção Comercial

READ MORE

AVISO

A Direcção Comercial da Imogestin informa que o processo de candidaturas para os projectos do Km 44 e Capari está suspenso, por se ter atingido o número limite de casas disponíveis para venda nesta fase.

Contudo, pode-se consultar o Plano e Cronograma de Vendas e as Informações Adicionais disponíveis no portal: www.imocandidaturas.co.ao , para se informar sobre próximas datas de candidaturas.

A Direcção Comercial

Luanda, 06 de Julho de 2017

READ MORE

N´Dalatando acolheu o Primeiro Concerto de Música e Dança Tradicional com euforia

A capital do Cuanza Norte albergou com êxito o Primeiro Concerto Regional de Música e Dança Tradicional Angolana, ocorrido no passado 24 de Junho.

Dez grupos apresentaram danças e músicas tradicionais com particularidades culturais que caracterizam as suas províncias, nomeadamente, Cuanza Norte, Uíge e Malanje.

O Concerto, fruto da iniciativa do Ministério da Cultura em parceria com a Imogestin será realizado de dois em dois anos com a finalidade de resgatar, preservar e divulgar os valores culturais das comunidades rurais do país.

O evento contou com a presença da Ministra da Cultura, do governador provincial do Cuanza Norte, do Presidente do Concelho de Administração da Imogestin, entre outros.

READ MORE

Imogestin patrocina o Primeiro Concerto Regional de Música e Dança Tradicional

O Ministério da Cultura, em parceria com Imogestin, realiza, aos 24 de Junho em Ndalatando, o Primeiro Concerto Regional de Música e Dança Tradicional Angolana.

O Evento que será realizado de dois em dois anos visa contribuir para o resgate, preservação e divulgação dos valores culturais das comunidades rurais do país, colocando a música tradicional angolana na agenda cultural.

Pretende-se que as demais edições sejam realizadas noutras regiões, permitindo abranger todo o país. Nesta primeira edição participarão as províncias de Cuanza-Norte, Uíge e Malanje.

READ MORE

Imogestin responde ao grito de socorro do Centro Nacional de Sangue

Cerca de 30 trabalhadores da Imogestin procederam, na sexta-feira 9 de Junho, à doação de sangue ao Centro Nacional de Sangue (CNS), em Luanda.

Encabeçados pelos administradores José Rodrigues e Mónica Fortes os doadores foram recebidos pela Directora Adjunta para a Área Técnica do Centro Nacional de Sangue (CNS), Deodete Machado.

Deodete Machado agradeceu o gesto, tendo sublinhado a grandeza deste acto.

“ Nem todos têm a percepção do significado de dar sangue. Eu tenho lembrança de sorrisos de pessoas que estavam para desfalecer, mas ao beneficiarem de transfusão sobreviveram. É bonito ver este fenómeno”, testemunhou.

A acção da Imogestin insere-se no quadro das actividades de responsabilidades social que a empresa tem vindo a realizar com vista a celebração do seu 19º aniversário a ter lugar no dia 15 de Junho.

Este acto coincide com a situação de ruptura de stock do CNS que tem levado a cabo uma série de encontros e acções em todo país com vista a mobilizar dadores voluntários.

READ MORE