Skip to Content

Category Archives: Notícias

Perspectivas do sector imobiliário em Angola para 2021

Em relação ao tema em apreço, somos a partilhar as análises do mercado realizadas por algumas consultoras imobiliárias que actuam no país.

Abacus 

De acordo com a Abacus, para o ano de 2021, até a massificação da vacinação e a concretização de investimento interno, não é esperado um aumento da actividade económica que afecte significativamente a procura imobiliária. Os dados constam do seu último Relatório de Mercado Imobiliário Angola 2021.

Em mais de 20 páginas, o documento analisa os mercados residencial, de escritórios, hoteleiro, industrial e logístico, investimento, gestão imobiliária entre outros segmentos do sector

Aceda ao relatório completo: (27d4a2fd-0d66-49d6-9ade-5c22738abe76.pdfegorealestate.com ).

Prime-Yield Angola

Para a Prime-Yield Angola, a crise que o sector imobiliário enfrenta por conta da baixa do preço do petróleo, em 2014, poderá registar um abrandamento na queda dos preços até 2022, “e uma possível estabilização a partir de 2023/2024”.

Não tivemos acesso ao referido estudo, no entanto, o jornal  Expansão publicou uma matéria com base nesse estudo, na sua edição de 5 de Fevereiro de 2021.

Aceda à matéria completa: (Prime Yield na imprensa: “Angola: Preços das habitações afundam até 34,4% desde 2016” (prime-yield-angola.com).

READ MORE

Torres Kianda

Com uma vista deslumbrante para a Baía, Marginal e Ilha de Luanda, as Torres Kianda são já um símbolo arquitectónico de Luanda. O empreendimento tem 4 Torres de escritórios de elevado padrão, área comercial e estacionamento.

O majestoso projecto está constituído por uma base com dois pisos negativos destinados a 350 lugares de estacionamento. As Torres Kianda contemplam ainda uma área de comércio com 62 lojas distribuídas nos pisos zero e um.

Do ponto de vista comercial, até ao momento já foram celebrados contratos no montante equivalente a USD 248,6 milhões, o que corresponde a 72% do total do empreendimento, sendo que a Torre A já foi completamente comercializada.

As fracções autónomas, do 2º piso da Torre B, adequadas para espaço saúde e bem estar estão a ser vendidas o equivalente a USD 4.500/m2, já o preço dos escritórios variam entre o equivalente a USD 4.500 e 5.500 por m2 .

O segundo piso das Torres C e D tem as fracções autónomas avaliadas ao equivalente a USD 4.000/m2, sendo que os preços dos escritórios variam entre o equivalente a USD 4.500 para 5. 000. Ao passo que, cada lugar de estacionamento está avaliado no montante equivalente a USD 50.000.

A gestão comercial das também designadas Kianda Towers está a cargo da empresa Panservice, cujos contactos seguem descritos: 916 432 804 / 947 830 301

READ MORE

Direcção Comercial da Imogestin passa para a Rua 35

A Imogestin informa ao público em geral e aos clientes em particular, que a Direcção Comercial, antes localizada na Rua 4, Casa nº 242, da Urbanização Nova Vida, mudou de endereço, estando agora localizada na Rua 35, Casas nºs 339 e 340, da Urbanização acima identificada.

A Imogestin lamenta eventuais transtornos que a mudança possa causar, mas informa que a mesma visa concentrar todos os serviços comerciais numa só localização

Comunicado

READ MORE

Imogestin junta-se aos mais desfavorecidos

A Imogestin juntou-se a onda de solidariedade para mitigar os efeitos causados pelo Coronavírus às famílias mais carentes, doando bens alimentares e de higiene.

A doação teve lugar na quarta-feira, 6, em Luanda. O donativo consistiu em cerca de 20 toneladas composto por bens da cesta básica, nomeadamente: arroz, óleo vegetal, fuba, massa alimentar, massa tomate, açúcar, feijão; assim como produtos de higiene composto por lixívia e sabão.

O acto foi testemunhado por membros do Governo Provincial de Luanda em representação da Comissão Multissectorial para a Prevenção e Combate à COVID-19, que agradeceu em nome desta, incentivando a empresa a continuar com gestos similares.

Deste modo, a Imogestin assim como os seus trabalhadores, no quadro dos seus Valores manifestados no desenvolvimento do espírito colectivo e empenho na solidariedade social, não podia deixar de associar-se a onda de solidarização com as populações mais carentes nesta fase da pandemia da COVID-19.

READ MORE