Nota de esclarecimento

Foi posta a circular nas redes sociais, uma alegada denúncia pública à Procuradoria Geral da República, supostamente da autoria de um grupo de trabalhadores da Imogestin, dando conta da existência de pessoas que já efectuaram candidaturas ou inscrições para aquisição de habitações nas centralidades, antes da abertura oficial das vendas ao público.

A Imogestin esclarece que não abriu o processo de inscrições para a venda ao público e que só o fará logo que definido pelas entidades competentes, designadamente o Ministério do Ordenamento do Território e Habitação e o Fundo de Fomento Habitacional.

Nos últimos tempos, a Imogestin tem vindo a ultimar alguns processos de candidatura de funcionários afectos a organismos da administração pública, dos órgãos de defesa e segurança e de empresas públicas e privadas, consistindo esse processo na recepção e validação de documentos e entrega de chaves, entre outros.

Tal como já foi definido, as vendas ao público serão realizadas através do portal de candidaturas www.imocandidaturas.co.ao, o qual atribuirá automaticamente e sem qualquer intervenção humana um número de candidatura sequencial que permitirá os candidatos tomarem conhecimento da sua situação, face ao número de habitações disponíveis, podendo dessa forma contestar qualquer irregularidade.

O referido portal é seguro e está sujeito a auditoria, se assim as autoridades competentes decidirem.
Do alegado grupo de trabalhadores que não se identifica, tem a Imogestin fundadas dúvidas que pertençam realmente ao quadro de pessoal da empresa, pela inverdade e carácter da informação difamatória.

Os autores da referida informação visam unicamente denegrir para questionar a idoneidade da empresa e dessa forma pôr em causa o processo de comercialização das habitações, que comprovadamente reduziu de forma significativa a possibilidade de fraudes.

Sendo pública a referida denúncia, a Imogestin manifesta a sua disponibilidade para prestar toda a informação que vier a ser solicitada.

Luanda, 7 de Janeiro de 2020
__________________________
A Comissão Executiva