PROJECTOS DE HABITACÃO E ESCRITÓRIOS

 

Trata-se de um edifício a ser erguido no quarteirão formado pelas ruas Amílcar Cabral, Major Kanhangulo e Largo Bressano Leite, na zona da baixa de Luanda, onde actualmente existe o Elinga Teatro.O moderno edifício terá como principais valências além do Centro Cultural, um centro de escritórios, um centro de comercial e um grande parque de estacionamento do qual deriva o seu nome: ELIPARK.

 

O edifício terá 2 caves (destinadas a estacionamento de cerca de 200 veículos e espaços técnicos) e 14 pisos acima do solo, com as seguintes valências:

 

> os primeiros 3 pisos destinam-se a actividades comerciais, de restauração e espaços culturais, constituindo uma zona homogénea preparada para ser uma área de grandes fluxos de pessoas;

 

> a zona comercial localiza-se no piso térreo e terá lojas, supermercado, cafetaria, pastelaria, restaurantes (estes também localizados ao nível dos pisos superiores para apoio aos escritórios aí localizados);

 

> os pisos 1 e 2, destinam-se às actividades culturais e de lazer. Aqui se prevê a localização de 3 salas de cinema (cada uma com lotação de cerca de 150 espectadores), sala para ensaios de dança, 2 quadras de squash, atelier de pintura, artes plásticas e escultura, sala de exposições e cybercafé, ginásio e 2 salas de eventos, com uma área superior a 1200 m²;

 

> os últimos 2 pisos destinam-se a escritórios, estando prevista a existência de um centro de escritórios (com serviços de apoio) e escritórios com áreas diversas. Nestes pisos localiza-se também o teatro com uma lotação de 336 espectadores e o restaurante panorâmico dotado de uma ampla esplanada a que se sobrepõe uma ampla cobertura transparente, que permitirá o uso do espaço em qualquer época do ano;

 

> do piso 3 ao 12 estão áreas destinadas a parqueamento com uma lotação para cerca de 900 lugares.

 

 

Prevê-se que a construção do edifício demore cerca de 36 meses.