O processo de entrega de habitações na centralidade da Quilemba vai ter início na segunda-feira, 1 de Julho, embora no acto de inauguração da centralidade o Presidente da República tenha feito a entrega simbólica de chaves a antigos combatentes.

Nesta primeira fase estão disponíveis para comercialização 854 habitações destinadas à Função Pública, sendo 70% para venda em propriedade resolúvel e 30% para arrendamento.

Neste momento não é possível comercializar as 8 mil habitações construídas, uma vez que o fornecimento de água e energia eléctrica é insuficiente, havendo da parte do Executivo um programa para resolver este défice.

Localizada a Nordeste da cidade do Lubango, a centralidade da Quilemba contempla também equipamentos sociais incluindo, jardins – de – infância, escolas primárias e secundárias e áreas de lazer. Nesta fase foram entregues uma universidade, uma creche, uma escola primaria e um posto médico.

Em termos de infra – estruturas internas o projecto contempla rede viária, rede eléctrica e de iluminação pública, água, esgotos e drenagem de águas pluviais. O projecto inclui ainda moradias isoladas e geminadas, edifícios de apartamentos de 2 e 3 pisos

.