Começou na segunda-feira, 20 de Janeiro, a 3ª edição dos Prémios Kubikuz, podendo os interessados submeter os seus projectos de habitação social até ao dia 30 de Junho deste ano.

Podem concorrer aos também designados Prémios Imogestin de Habitação Social, todos os arquitectos, engenheiros, nacionais e estrangeiros inscritos nas respectivas ordens profissionais, bem como universidades e empresas de arquitectura.

Os prémios contemplam duas categorias, designadamente: Habitação Social Urbana e Habitação Social Rural, sendo que os vencedores de cada uma delas ganha um montante de AKZ 2.500.000 (dois milhões e quinhentos kwanzas) para cada prémio, bem como um troféu e certificado a ser entregue aos autores vencedores.

Integrados na política de responsabilidade social da Imogestin, os Prémios Kubikuz pretendem estimular o surgimento de projectos de habitação social acessíveis a todos, desde que os mesmos incorporem significativamente materiais de construção locais, apresentando soluções respeitadoras do ambiente e que sejam sustentáveis do ponto de vista energético e hídrico.

A conferência de imprensa, que marcou a abertura, contou com as presenças de membros do Júri, nomeadamente, do Eng.º Júlio da Fonseca, em representação do Laboratório de Engenharia de Angola; do Arq.º André Matos, da Ordem dos Arquitectos de Angola; João Lino, da Ordem dos Engenheiros de Angola e a Arq.ª Eliana Cruz, da Imogestin, estavam ainda presentes os Administradores da empresa: Amarildo Van-Dunem e José Rodrigues.

Regulamento dos Prémios Kubikuz 2020